Leblon: 21 2540-0612
Barra da Tijuca: 21 2430-9291

Alergias respiratórias: rinite alérgica, sinusite e conjuntivite alérgica

A rinite alérgica é uma doença respiratória predominante que consiste na inflamação da via aérea e pode levar a sintomas como espirros, coriza, entupimento nasal e coceira no nariz como também em olhos, garganta e ouvidos. Apesar desses serem os sintomas mais comuns, a rinite pode ter outros sinais, como diminuição ou perda do olfato, dores de cabeça, ardência nasal, indisposição, cansaço, distúrbios do sono, roncos noturnos, respiração bucal, rouquidão e até sensação de falta de ar.

A rinite alérgica decorre da predisposição genética do indivíduo, que leva a uma resposta exagerada do sistema imunológico quando em contato com os agentes agressores (alérgenos), que na maioria das vezes consistem nos ácaros. Também pode sofrer influência do ambiente que o indivíduo vive, onde a poeira domiciliar, os animais domésticos, cigarro, cheiros fortes, mudança climática e poluentes são desencadeantes e / ou agravantes da doença.

A sinusite é outra doença da via aérea relativamente comum, que geralmente está interligada à rinite alérgica. Pacientes com sinusites, resfriados, gripes, otites ou amigdalites recorrentes podem ter alergia respiratória que os deixam mais susceptíveis a estas infecções. Quando diagnosticada através de testes alérgicos cutâneos ou por exames de sangue, e tratada com medicamentos tópicos, orais ou por vacinas de alergia (imunoterapia), há a melhora nos sintomas frequentes e o aumento na qualidade de vida. Com a melhora, o sistema imunológico também é fortalecido, o que o torna menos vulnerável às infecções principalmente da via respiratória.

Outra queixa frequente do paciente alérgico é o sintoma ocular. Olhos avermelhados, inchados, lacrimejamento, coceira e sensação de areia nos olhos evidenciam o diagnóstico de conjuntivite. Nem sempre essa doença é infecciosa ou contagiosa. Geralmente a causa é alérgica. A associação com sintomas de rinite é comum. Nestes casos, os alérgenos mais prováveis são os ácaros ou pólens. Portanto, a conjuntivite também pode ser diagnosticada e tratada pelo especialista em alergia e imunologia, havendo boa resposta ao tratamento conjunto das doenças alérgicas.