Leblon: 21 2540-0612
Barra da Tijuca: 21 2430-9291

Prova de função respiratória

A espirometria realiza a medição dos volumes e dos fluxos aéreos. Tem como objetivo avaliar o distúrbio ventilatório, quantificar a perda da função pulmonar, aprimorar o diagnóstico ou mesmo diagnosticar o que os sinais clínicos e radiológicos apenas permitem suspeitar. Ainda, avaliar a evolução da doença e monitorização da resposta à terapêutica.

A Call Clínica e Laboratório está dotada de um Setor de Função Respiratória, completamente equipado com o que há de mais moderno para avaliar e diagnosticar patologias das vias aéreas superiores e inferiores. O serviço está disponível para crianças a partir dos três anos de idade e adultos.

Indicações para realização da espirometria: 

  • Diagnóstico de dispneia;
  • Qualificação e quantificação dos distúrbios respiratórios;
  • Avaliação objetiva da eficácia terapêutica;
    • Aplicação em medicina do trabalho;
    • Reabilitação cardiopulmonar;
    • Avaliação do risco cirúrgico;
    • Avaliação de invalidez ou deficiência;
    • Medicina esportiva.

Preparo e contraindicações para realização da espirometria

Para garantir a qualidade do exame, é preciso que o paciente participe do preparo da seguinte forma:

  • Alimente a criança, adolescente ou adulto antes do exame. Porém, refrigerantes, achocolatados, café, mate ou chá preto não devem ser ingeridos pelo menos 4 horas antes do exame para não alterar o resultado;
  • Se o paciente apresentar infecção respiratória, o exame poderá ser adiado;
  • Suspenda todas as medicações de ação broncodilatadoras, como as de curta duração (4 horas) e as de longa duração (12 horas) antes do exame, como salmeterol, salbutamol e formoterol;
  • Não fumar pelo menos duas horas antes do exame;
  • Não ingerir bebida alcoólica no dia do exame.

O que fazemos?

Para uma interpretação adequada, devem ser respeitados critérios de aceitabilidade e de reprodutibilidade. Além disso, na impressão do exame devem constar as curvas de volume-tempo e fluxo-volume, que são imprescindíveis para a realização de um exame com boa qualidade.

Duração do exame: a permanência no Laboratório varia de acordo com os exames solicitados e complexidade deles. Geralmente dura entre 30 a 60 minutos.

Espirometria

A espirometria é o estudo dos débitos e volumes pulmonares mobilizáveis. É realizada com a utilização de um pneumotacógrafo, aparelho que mede o fluxo de ar e o descreve numericamente, o que permite a determinação de vários parâmetros fundamentais na avaliação do calibre brônquico.

É um procedimento não invasivo, no qual os sopros dados pelo paciente são interpretados pelo aparelho, que os transforma em valores numéricos e em gráficos. O exame é realizado por intermédio de uma manobra expiratória forçada que engloba as seguintes fases: respirar a volume corrente, executar uma inspiração máxima e uma expiração máxima forçada até ao volume residual. Esse exame é fundamental para o médico avaliar a capacidade pulmonar de uma pessoa, e verificar sintomas de uma doença pulmonar e sua gravidade.

Prova broncodilatadora

O primeiro passo para avaliar a resposta ao broncodilatador é avaliar os parâmetros VEF1 e VC(F). O paciente inala 400 mcg de salbutamol e aguarda 15 minutos para repetir o exame. É considerado uma resposta broncodilatadora positiva quando o valor for superior a 12% e aumento de 200ml do FEV1 e / ou VC (F) e reversível quando os parâmetros normalizarem. São consideradas variações normais < 8% ou 150 mL para VC e FEV1 (ATS 2005).

Espirometria em idade pré-escolar (menos de três anos)

A avaliação da função pulmonar em idade pré-escolar depende claramente da motivação da criança para colaborar e treinamento. Assim, são utilizados jogos metodológicos e intuitivos que encorajam a criança a realizá-los, completando assim as manobras respiratórias necessárias.

Prova de marcha de 6 minutos

A Prova de Marcha de 6 minutos (PM6M) é um exame que permite avaliar a tolerância a pequenos e médios esforços, útil para avaliação do prognóstico e / ou avaliação da eficácia terapêutica. O objetivo é andar o mais rápido possível durante os 6 minutos, num percurso previamente definido num espaço amplo. Para além de outras avaliações, obrigatoriamente antes e após a PM6M é feita a monitorização da pressão arterial, da frequência cardíaca, da saturação periférica de oxigénio, classificação da dispneia e gasometria arterial. É registada a distância percorrida e a evolução da oximetria transcutânea durante a prova, com ou sem aporte suplementar de oxigénio.

Oximetria de pulso

A oximetria de pulso é a medida da saturação de oxigênio do sangue arterial com um aparelho chamado oxímetro. Consiste em monitorizar continuamente o nível de saturação do oxigênio no sangue e os batimentos cardíacos (pulso), contribuindo assim para uma vigilância mais eficaz do paciente, já que a principal função do aparelho respiratório é levar oxigênio ao sangue.